Goiânia, a cada dia que passa, recebe novas tendências cosmopolitas em suas edificações. A capital entrou de vez na era dos arranha-céus e começa a contar com construções de design moderno que aliam tecnologia, beleza e conforto. Em geral são edifícios de alto padrão que contam com um apartamento por andar, plantas com metragem acima dos 400 m² e diferenciais tais como tomada para carro elétrico, completo sistema de automação nas unidades e geradores de energia próprios para a área comum e para os apartamentos.

Entre esses arranha-céus que começam a surgir na Capital, destaca-se o Kingdom Park Residence, que está localizado a poucos metros do Parque Vaca Brava, um dos principais cartões postais da cidade. O empreendimento da MA Incorporadora, SIM Engenharia e J Virgilio Imóveis, já chama atenção antes mesmo de ter sua obra concluída, por sua imponente altura. Atualmente, a obra já ultrapassa os seus 160 metros, quando concluída, chegará a mais de 175 metros e fará do Kingdom a torre residencial mais alta do centro-oeste brasileiro.

A edificação teve início em 2016 e a previsão de entrega é para setembro de 2019. Com um apartamento por andar, cada unidade residencial terá  482,76 m², com cinco suítes. Ao longo de seus mais de 175 metros serão construídos 52 pavimentos, sendo 47 destinados à residências. Por fora, a torre também promete impressionar com sua  fachada espelhada, de linhas retas e que valorizam a verticalização da arquitetura ousada com design internacional.

Confira  detalhes deste marco arquitetônico do centro-oeste brasileiro, localizado ao lado do Parque Vaca Brava, que é um dos mais importantes cartões postais da cidade em uma das regiões mais desejadas graças a todas as comodidades oferecidas na região.

Ficou curioso para saber mais sobre esse luxuoso residencial? Pois então confira sete destaques desse mega projeto que promete ser um novo marco arquitetônico de Goiânia:

1 – Altura

Edificado em 175,09 metros de altura, a partir do térreo, o Kingdom Park Residence  terá 52 pavimentos, sendo 47 andares de apartamentos. O empreendimento será o residencial mais alto do Centro-Oeste e estará entre os dez mais altos do País;

2 – Fachada

A torre residencial se destacará por sua fachada imponente, espelhada e inspirada em empreendimentos de alto padrão encontrados em cidades como Dubai nos Emirados Árabes, Sydney  na Austrália, e Nova Iorque. A “pele” de vidro que compõe o desenho da fachada segue uma padronagem até o décimo andar, a partir do 11º, o “espelho” é contínuo, valorizando a forte verticalização da torre.

3 – Paisagismo

Além de toda sofisticação arquitetônica, o paisagismo traz a assinatura do renomado escritório carioca Burle Marx. O desenho desenvolvido buscou valorizar as linhas retas da imponente edificação vertical. As referências são o Calçadão do charmoso bairro de Copacabana no Rio de Janeiro, e do  Biscayne Boulevard em Miami. O projeto foi elaborado em 2015 pelo diretor do escritório Haruyoshi Ono e se estenderá pela calçada de todo empreendimento. Os passeios e desenhos são formados por cores vibrantes e vegetação baixa, alternadas com grandes palmeiras e arborização imponente. O visual permite a contemplação  de um jardim de magnitude real mas com a suavidade do estilo praieiro do Rio de Janeiro.

4 – Vista

A imponência do residencial pode ser conferida por quem passa pelas ruas próximas ao alto do Setor Bueno e região. A vista será um dos mais belos diferenciais com uma visão das alturas da cidade de Goiânia e em 360º.

5 – Tecnologia

A tecnologia proporcionando conforto e segurança estará presente tanto nas áreas comuns como nas unidades residenciais. Os quatro elevadores do residencial, sendo dois sociais, um de serviço e um de emergência, foram desenvolvidos pela Atlas  Schindler e terão capacidade para 15 passageiros nas cabines sociais e de serviço e 13 passageiros na cabine de emergência, atingindo em seu deslocamento a velocidade de 4 metros por segundo, bem acima da média dos equipamentos comuns que é de 2,5 metros por segundo. Para garantir o conforto dos usuários, todos eles também serão climatizados. Outra novidade tecnológica de destaque  refere-se a presença de “tomada verde” – totem específico para a recarga de carros elétricos. Nos apartamentos, um moderno sistema de automação residencial, o que inclui acionamento remoto de persianas, do som e iluminação ambientes.

6 – Soluções de engenharia

Diversos desafios técnicos foram enfrentados pela equipe de engenharia em prol de viabilizar a execução desta magnífica obra, entre eles merece destaque o desenvolvimento de traço de concreto especial, capaz de atender os elevados patamares de resistência à compressão e módulo de elasticidade especificados pelo projetista estrutural.

7 – À prova de ventanias

Os  incorporadores investiram atenção especial em rigorosos testes para confirmar a segurança da estrutura projetada, antes de iniciar a obra. O projeto foi o primeiro residencial em Goiás a se valer de um ensaio sobre teste de vento realizado pelo Instituto de Pesquisas Tecnológicas de São Paulo (IPT),  para garantir a robustez da torre, mesmo em situações climáticas mais extremas. Foram testadas rajadas de ventos de até 120 quilômetros por hora em todos os ângulos, sobre uma réplica, em escala reduzida, onde foram instaladas 479 pontos (sensores) de tomadas de pressão.