Um dos grandes ícones do jazz, a cantora estadunidense Billie Holiday, ou Lady Day, que cantou o racismo, a tristeza e os amores impossíveis, ganhou representação no palco dos teatros brasileiros. O drama musical Billie Holiday, a Canção, nasceu em Aracaju-Sergipe, em 2016. De lá para cá, o espetáculo já passou por Recife, Salvador, Ceará e, agora, chega a Brasília, onde estará em cartaz nos dias 30 e 31 de março e 01 de abril, no teatro do Sindicato dos Bancários, sempre às 21 horas.

  Interpretar a cantora é um desafio, sabendo que ela própria descreveu em sua autobiografia que a música para não lhe parecia cantoria e, sim, sentimento. Considerada à frente do seu tempo por muitos críticos, Billie iniciou a carreira muito cedo, aos 17 anos, e teve uma vida breve, morreu aos 44 anos. É esta história que a cantora e atriz sergipana Tânia Maria interpreta ao longo da peça, que mostra os últimos dias de vida da diva negra do jazz, após ser hospitalizada acometida de uma cirrose hepática e outros problemas advindos do uso abusivo de heroína.

Em pesquisa de satisfação feita durante a temporada na capital sergipana, 98% do público considerou o espetáculo entre “ótimo” e “excelente”. O texto tem a escrita poética do saudoso dramaturgo sergipano Hunald de Alencar, falecido durante a temporada em Aracaju, e a direção do renomado encenador cearense Raimundo Venâncio. Em Brasília, a produção será assinada pelo elogiado produtor Alexandre Pereira. Depois da capital federal, o espetáculo deve ir para Nova York e Atlanta, nos Estados Unidos, a convite de admiradores da cantora jazzística que assistiram o musical e se impressionaram com a montagem cênica sergipana, considerada ousada e extremamente atual.

Os ingressos para assistir à apresentação em Brasília já podem ser obtidos na bilheteria do Teatro do Sindicato dos Bancários. A inteira custa R$ 80 e a meia-entrada está R$ 40.

SERVIÇO

Musical Billie Holiday, a Canção, chega a Brasília no fim de março

Dias: 30 e 31 de março, e 01 de abril

Horário: 21h

Local: Teatro do Sindicato dos Bancários

Ingressos: R$ 80 a inteira e R$ 40 a meia-entrada